Instituto Transformance

Cultura e Educação

Calendário Rios de Encontro 2012

Projeto Rios de Encontro ~ Rivers of Meeting Project
(Cabelo Seco ~ Marabá ~ Amazônia ~ Brasil ~ Desde 2009)

Calendário Rios de Encontro 2012 ~ Rivers of Meeting Calendar 2012

rde_calendario2012-300px Imagina você, asas abertas, voando por cima da ponta
‘onde tudo começou’
o bairro, uma faísca de um pôr do sol
beijando os rios do passado e do futuro
acariciando lavadeiras proseando, pescadores matutando
famílias assando, crianças brincando
e jovens estudando e namorando pelo celular
nas portas de suas casas, na calma da noite
no berço afroindígena de Marabá
cidade Amazônica, região de Carajás, sudeste do Pará.

Foi assim que nós, jovens artistas das ‘Latinhas de Quintal’
retratamos nosso bairro do Cabelo Seco
em Medellin, Colômbia, e Capão da Canoa, Rio Grande do Sul
quando viajamos para trocar culturas, saberes e visões
com artistas e gestores de projetos já bem maduros.
Contamos as nossas primeiras rodas de história e sonho
de canto e dança, tímidas mas ousadas
de baixo de roupas secando nos ‘quintais de cultura’
e quando subimos num palco mundial das artes em Belém
com vozes tremendo em incerteza!

Foi assim, descobrimos como se transformar, juntos
de alunas pela manhã em gestoras pela tarde
artistas-produtoras de nossa própria cultura viva comunitária.
Trocamos fardas da sala por tecidos africanos
e trançamos cabelos lisos em beleza de raiz.
Encantamos a casa de cultura e a universidade federal
com swingueira e carimbó
e transformamos o pátio de nossa escola vizinha
em um palco caboclo de sabedoria popular

pulsando com projeto de vida!

Mergulhados nas águas doce do rio e refrescantes da chuva
hoje reconhecemos que nossos Tocantins e Itacaiúnas
são rios de encontro, sim, porém também de escolha
entre um passado de surra compulsiva
e uma história que alimenta a imaginação própria
entre um futuro viciado de consumo
e um sonho de comunidade sustentável
entre uma boca da noite de sangue jovem
e um nascer do sol de novas lideranças
uma decisão íntima entre projetos opostos.

Depois de uma grande roda, então, subimos no palco da Vale
para alertar Marabá que gigantes estão girando a cultura
para nos deixar embriagados
explorando a riqueza Amazônica em nome de luz para todos.
Pegamos o seu cachê sedutor, porém o reciclamos
em uma moeda solidária para os mais vulneráveis do bairro.
Esse caminho de formação é lento, sim
mas inspira confiança e esperança
e por isso ganhamos o prêmio nacional do Itau-Unicef
‘educação integral: experiências que transformam’.

Convidamos você a se juntar às lavadeiras, cozinheiras, costureiras
rezadeiras, garis, pescadores, pedreiros e bombeiros
a entrar na roda de arteducação e abrir suas próprias asas
aos sons das Latinhas de Quintal! 

Poema escrito por Dan Baron, inspirado por reflexões das Latinhas de Quintal durante 2011.

Download

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s